quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Florescendo a todo tempo

Naquele dia, levantou-se grande perseguição contra a igreja em Jerusalém. Entrementes os que foram dispersos iam por toda parte pregando a palavra. Atos 8.1, 4
Há tempos li um livro chamado Floresça Onde Está Plantado. Ele desafia-nos a viver um testemunho contagiante, independentemente do contexto.
Sempre me chamou a atenção a maneira estilumante como a igreja de Jerusalém vivia (At 2.42-47; 4.32-35). No entanto, o cristianismo desses primeiros cristãos mostrou-se ainda mais surpreendente quando, em meio à dispersão, suas vidas continuaram a florescer onde quer que estivessem.
Em meio aos que foram dispersos, encontramos Filipe, o mesmo que, em Atos 6.5, foi designado para servir as mesas. Apesar das circunstâncias desfavoráveis que o levaram a sair de Jerusalém e da impossibilidade de continuar exercendo seu ministério como havia sido designado, Filipe continuou a servir e dedicar-se no novo contexto.
A maioria de nós não se sente muito confortável com mudanças. Mudanças nos levam a zonas de desconforto, onde não temos o controle da situação. No entanto, parece que Filipe, quando levado pelas circunstâncias a um novo contexto, encarou as mudanças como oportunidades e, não, como ameaças. Em meio à perseguição a vida de Filipe floresceu. Ele viveu novas experiências e descobriu novos horizontes para o serviço cristão.
Aceitemos o lugar no qual Deus nos tem colocado ou para o qual nos tem enviado e ocupemo-nos com o desafio de ali florescer.


Retirada de Devocionais Para Todas as Estações (Editora Ultimato, 2009).

Reações:

0 comentários: