sexta-feira, 7 de maio de 2010

Lembranças de minha mãe

Lembro de suas lágrimas quando eu sai de casa aos 17 anos pra viver um sonho que não conhecia.
Lembro das inúmeras vezes que cozinhou para os seis filhos e que chamava um por um pra sentarmos a mesa.
Lembro das inúmeras vezes que me chamou a atenção, querendo me fazer um homem.
Lembro das inúmeras vezes que me aconselhou e me incentivou a lutar pelos meus sonhos.
Lembro de suas palavras quando reclamei certo dia que minha mão estava cheia de calos por causa do trabalho. “mão de homem é assim mesmo”, não pense em parar.
Lembro de muitas vezes que a vi chorar por causas dos problemas financeiros que passamos e pelas dificuldades que suas escolhas lhe trouxeram.
Lembro de suas palavras a respeito de um Deus que me amava.
Lembro de quando criança me levava à igreja e insistia pra que eu ficasse quieto no banco, quando na verdade eu só queria ir ao banheiro. Pra passear é claro.
Lembro do primeiro caderno que ela comprou pra mim, pra que eu começasse escrever. Bom... Na verdade rabiscar.
Lembro que sempre levantava cedo pra nos preparar o café da manhã.
Lembro de suas muitas horas trabalhadas em sua máquina de costura, e lembro quando recebia seu salário gastava prazerosamente com as “coisas” de casa.
Lembro do mingau que fazias pra gente nas tardes frias. Do seu sorriso. Do seu abraço.
Lembro que nas noitas frias ela trazia um cobertor extra e colocava sobre cada um dos filhos.
Lembro de sua dedicação quando ficavamos doentes. Que cuidado!
Lembro também, claro, das inúmeras vezes que “apanhei”. Como poderia esquecer-me disso.
Lembro – me de muitas coisas e também acho que me esqueci de muitas outras, mas mãe com certeza nunca me esquecerei da senhora. Te amo!

Reações:

1 comentários:

Anônimo disse...

Lembranças!!!

Toda a dificuldade desse caminho que passamos juntos foi importante para o desenvolvimento de nosso caráter. Tudo o que somos hoje, devemos agradecer primeiramente a Deus e depois ao amor incondicional de nossa querida mamãe.

Te amo meu amado irmão.

Luciano