quarta-feira, 19 de maio de 2010

O Fariseu e a Tentação


Lendo o capitulo 23 de Mateus, me deparei diante das palavras de Jesus, aos fariseus e me coloquei entre eles.Sim daqueles que duvidavam do Messias, daqueles que o procurava à noite, e indagava quando curava aos sábados e não compreendia como o Filho de Deus comia com publicanos e pecadores.Realmente acho que me enquadro neste perfil de sepulcro caiado, fazendo isso e omitindo aquilo. Creio que foi dificil para Jesus, quando via os Templos cheios de podridão e pecados, cheios de arrogância e orgulho, sem falar do egosimo e das falsa santidade daqueles, creio que ele tinha vontade de acabar e desmascarar toda hipocrisia religiosa da época. Mas Ele sempre esteve disposto a perder para ganhar, morrer para viver.Não satisfeito com a verdade que batia na minha porta e na minha cara, fui ao texto da Tentação de Jesus e me transportei para o deserto da Palestina e encontrei um Deus “sentando em cima de suas mãos”. Você pode ser igual a Deus? Perguntou a serpente no Éden. Você pode ser verdadeiramente humano? Perguntou o tentador no deserto. Jesus não alimentaria uma multidão alguns pães? Ele não ressuscitaria e venceria a morte?É satanás tentou Jesus na parte boa do ser humano sem ser mal. Comer um Big Mac, sem ter que ir ao Mac Donalds. Pular de Bang Jump sem corda, e continuar respirando depois de toda adrenalina. Ter fama e poder, sem precisar participara do Big Brother ou concorrer as eleições mundiais e ainda ganhar um Nobel da Paz..(sem fazer nada). Usar uma coroa, mas não uma cruz. A tentação que Jesus resistiu, nós, seus discípulos ainda a desejamos. Jesus venceu as tentações, não fazendo aquilo que poderia ter feito com um estalo de dedos.Constantemente oro, pedindo uma reação mais energética de Deus em relação a nós seres humanos e nossas escolhas, porquê a guerra, os atentados, a fome, as mortes em Angra dos Reis a injustiça e a desigualdade social. Quero uma posição mais ativa em relação a minha história. Quero respostas rápidas e espetaculares para minhas petições. Onde está a minha esposa? Porque estou frustrado na igreja? Porque minha conta ta no vermelho, e ainda não tenho uma casa, um carro e o meu primeiro milhão?Porque o Senhor não acaba com o sofrimento de meus parentes e amigos? Porque tenho que indagar das atitudes daquilo que chamam de igreja, porque ultimamamente só palavras de exortações?Paro, e reconheço que estou desafiando a Deus e o tentando exatamente como o diabo o fez no deserto. E Ele resiste a estas como aquelas, pois Ele conhece um caminho mais lento e gentil e prefere segui-lo, a trilhar pelo atalho que eu sugiro. Quanto mais o conheço, mais impressionado fico com suas atitudes de DEUS.Ele não precisa de nenhuma demonstração pirotécnica, para me mostrar que é DEUS. Apesar de que o poder possa forçar a obediência, apenas o amor pode provocar a reação do amor, amar a Ele não pelo que faz, mas pelo que É!Este é o motivo porque ainda respiro. A verdade é que quando me deparo com a tentação, em vez de fazer como Jesus, sentar em cima das minhas mãos eu corro e a abraço demostranto como sou fariseu, tudo para satisfazer o meu maldito ego e realizar as minhas ambições e desejo. Quando sinto essas tentações, surgir dentro de mim, volto à historia de Jesus.A resistência de Jesus contra as tentações de satanás, perseveraram para mim a própria liberdade que exercito quando enfrento minhas tentações. Oro pela mesma confiança e paciência que Jesus demonstrou. E me alegro porque como disse a carta aos hebreus: “Não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, porém um como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado...”. Porque naquilo que Ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados. E como fariseu arrependido me alegro na misericórdia de Deus que se renova a cada dia e por ela ainda não virei pó a antes da morte.

Reações:

0 comentários: